Arquivo do autor:Velho Quadrinheiro

Sobre Velho Quadrinheiro

Já viu, ouviu e leu muita coisa na vida. Mas não o suficiente. Sabe muito sobre pouca coisa. É disposto a mudar de idéia se o argumento for válido.

A Marvel e o manto do Pantera Negra

Não basta substituir Chadwick Boseman.

Publicado em Velho Quadrinheiro | Marcado com , , , , , , , , , | 2 Comentários

Macross e o holocausto: o erótico impulso nacionalista

Quando pacifismo e belicismo entram em choque, a arte emerge com intenções e objetivos.

Publicado em Velho Quadrinheiro | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

14 obras de quadrinhos em preto e branco

O caminho mais rápido para contar uma história que está dentro de você.

Publicado em Velho Quadrinheiro | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Hegel em X-Men: Jonathan Hickman e a dialética histórica nos quadrinhos

Como os X-Men ajudam a entender o idealismo alemão.

Publicado em Velho Quadrinheiro | Marcado com , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Battlestar Galactica e a longa noite hobbesiana

Um exercício da ficção para interpretar o Brasil.

Publicado em Velho Quadrinheiro | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Cinco motivos para assistir a 7ª temporada de Star Wars – Clone Wars

Star Wars para fãs de Jean-Paul Sartre.

Publicado em Velho Quadrinheiro | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

O fardo do vício em ficção e o coronavírus

Confinamento, ócio e lampejos de lucidez.

Publicado em Velho Quadrinheiro | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Cinco motivos para assistir Hunters

Em tempos de coronavírus te damos cinco motivos pra sentar no sofá e se cuidar.

Publicado em Velho Quadrinheiro | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Uma cronologia do escapismo: a mentalidade popular nas Eras dos Quadrinhos

Quando o consenso é inalcançável, sobre o que ninguém é capaz de discordar?

Publicado em Velho Quadrinheiro | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Quadrinheiros cutucam: “Direita” e “Esquerda” em O Senhor dos Anéis

Porque só se equilibra quem sabe cair.

Publicado em Velho Quadrinheiro | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário