Por que a Marvel vende mais que a DC? Convergence e o “fim de tudo” [ATUALIZADO]

Quando nos primórdios da Marvel Comics o gênio (ou picareta, você decide) Stan Lee trouxe para os quadrinhos a noção de continuidade tudo mudou! Antes, quadrinhos podiam ser lidos em qualquer ordem e o que acontecia em uma edição não impactava na outra, ou impactava muito pouco. Com Stan Lee como editor a ordem era que tudo na Marvel repercutisse: de uma edição para outra do mesmo herói e em outros títulos, tendência logo devidamente incorporada na DC.

Stan-Lee

Tal fato transformou os quadrinhos num passatempo para iniciados. Conforme os anos foram se passando era cada vez mais difícil (e ainda é) começar a ler quadrinhos, pois as histórias foram se tornando cada vez mais intrincadas e autorreferenciais. Se por um lado essas referências constantes a edições passadas ou de outros títulos da mesma editora subiam as vendas para quem já tinha o hábito de ler, por outro afastava novos leitores, além de criar problemas e falhas na continuidade, o que tornou necessário, periodicamente um reboot ou relaunch. Arriscamos uma explicação sobre a diferença entre os dois aqui:

 

 

A DC teve um jeito muito particular de lidar com isso: quando havia problemas de continuidade, bastava assumir que tal história se passava em uma “terra paralela” – e havia muitas. Já abordei o Multiverso DC mais detalhadamente aqui, por hora, basta lembrar que a editora já passou por diversas de suas “Crises”. Quando houve a Crise nas Infinitas Terras o plano era esse: arrumar os problemas de continuidade e começar do zero para atrair novos leitores. Na época a opinião era de que se já era difícil acompanhar a continuidade em um universo, em vários seria muito pior, daí a ideia de limar a existência de “terras paralelas”.

 Crisis_on_Infinite_Earths_003

O tempo passou e, não obstante diversas “crises” (Final, Infinita etc.) o problema voltou. Mas dessa vez o ponto eram as baixas vendas da DC em comparação com sua eterna rival, a Marvel. Flashpoint simplesmente destruiu o “Universo DC” (ou Multiverso) em um curto espaço de tempo, instaurando mudanças drásticas em personagens clássicos (Superman nunca foi casado com Lois Lane, por exemplo) e tirando as cuecas por cima das calças de nossos heróis favoritos. Os fãs da velha guarda ainda não perdoaram a DC por isso (eu não perdoei), mas o fato é que as vendas subiram – por um tempo.

 flashpoint5

Passada a euforia dos Novos 52 as vendas voltaram a cair e a Marvel recuperou o mercado perdido com sua já manjada estratégia de “grandes eventos”, que vem dando muito certo pelo menos desde Invasão Secreta e também com seu relaunch, a Marvel Now, que aqui virou Nova Marvel, fora seu universo Ultimate, aqui com o nome de merda de Millennium.

O fato é que a DC não sabe mais o que fazer para vender quadrinhos. Nem vou falar aqui de qualidade, o fato é que a Marvel vende e a DC não. Ou não tanto quanto pelo menos. E não é por falta de tentativa.

Já inventaram a saga Future’s End, onde as histórias se passam “cinco anos no futuro” dos Novos 52 –  o que deu uma alavancada nas vendas, mas não resolveu o problema.

Superman-01-Capa-2

Agora também temos Multiversity escrito por Grant Morrison, onde o escocês não nos mostra nada de novo, nem dentro do que já criou para a DC, nem como autor: uma ameaça afeta o multiverso inteiro, forçando a união de heróis de toda essa pluralidade de universos paralelos. Talvez a coisa mais interessante da saga e a grande contribuição de Morrison seja o mapeamento do Multiverso.

Multiversity_Map_2400_53ee6b4c22d9a9.11031355

 

Sem saber mais o que fazer para vender em 2015 a DC vai tentar emplacar Convergence, mostrando acontecimentos no Universo (ou Mutilverso, você já entendeu) DC antes dos Novos 52. O grande vilão será Brainiac, que descobrirá a existência do multiverso (ou seja, tá tudo em casa: o velho universo existe e os Novos 52 também. É a DC falando pra você, velho chato, que torrou anos de grana e tempo lendo quadrinhos: pode parar de chorar). Jim Lee já falou que a série vai explicar os problemas de continuidade trazidos pelos Novos 52. Você já ouviu essa história antes. É a promessa que todo reboot não cumpre: dar coerência à continuidade. Abaixo algumas imagens da saga:

 Convergence-preview-Speed-ForceConvergence-preview-SupermanConvergence-preview-Batman-Robin

Convergence-teaser

O fato é que a DC não sabe o que fazer para vender: apagar o Multiverso ou trazê-lo de volta? Fazer histórias cinco anos no futuro ou cinco anos no passado (como foram as edições zero de seus títulos)? Parece que nada é capaz de fazer a DC recuperar mercado.

E a Marvel já anunciou que vai fazer algo similar em 2015, anunciando a volta de várias sagas clássicas da editora que vai culminar com o “fim de tudo” – um reboot tão ao gosto da DC?

 Secret-Wars-1-Alex-RossMarvel-Everything-Ends-teaser-2015

Não é novidade que as duas editoras se copiam mutuamente e não é de hoje. Mas, se as editoras têm basicamente as mesmas ideias, por que a Marvel vende, na média, muito mais que a DC?

Arriscamos uma explicação aqui:

 

Qual a sua?

[ATUALIZAÇÃO 10/08/15]:

Infelizmente alguns leitores seguem a lógica de time de futebol e acham que eu sou “marvete”. Entendo que a leitura feita pela internet nem sempre é a mais atenta possível, então reproduzo abaixo um comentário meu que acho que vale a pena figurar no post. Nesse comentário faço alusão aos números de venda de 2015 e os primeiros já saíram. Como já era de se esperar, a Marvel venceu nas vendas (veja aqui). Aqui, para quem quiser, comento Convergence e Secret Wars de maneira um pouco mais detalhada. 

Caro Leitor, creio que vc está um tanto equivocado quanto ao peso da marca Star Wars para as vendas da Marvel, ao menos no ano de 2014, que foi quando esse post foi escrito pois os quadrinhos de Star Wars foram publicados pela Dark Horse de 1991 até 2014 e só em 2015 voltaram para Marvel (que os publicou de 1977 até 1987).
De fato, como eu mesmo coloco no texto, durante o início dos Novos 52 a DC realmente vendeu mais que a Marvel, porém dizer que fez isso “trazendo personagens antigos e agradando fãs” é no mínimo questionável, pois não foram poucos os fãs que reclamaram (e ainda reclamam) deste reboot trazido pelo Flashpoint.
Se vc acha que 3% é pouca diferença dentro da indústria de quadrinhos dos EUA, sinto lhe informar que não é.
Na verdade, se vc leu o texto, não foi nem uma crítica à Convergence, é simplesmente uma constatação com base no que o próprio Jim Lee afirmou, que a série iria resolver os problemas de continuidade e que ela não vai fazer isso – como de fato não fez.
O que o texto de fato aponta é o descontrole editorial da DC que se reflete nas vendas. Essa percepção não é minha, e sim da própria DC, que rebootou seu universo (ou multiverso) para vender mais e agora tem como estratégia sagas semanais para impulsionar vendas. Nós abordamos esse descontrole editorial da DC em nossa palestra. Talvez um dia a transforme-a em um texto detalhando melhor isso.
Quando os números de 2015  saírem nós poderemos ver quem venderá mais, se Marvel ou DC, com ou sem Star Wars… mas veja que dizer qual editora é “melhor” ou “pior” está no campo da subjetividade. Cada um terá sempre uma opinião, com argumentos ou não. As vendas são um dado objetivo e é por isso que no título a pergunta é “Por que a Marvel vende mais que a DC?” e não “Por que a Marvel é melhor que a DC?”. Como sempre digo, aqui todos somos e lidamos com fãs, palavra que deriva de “fanático” e sei que é difícil não ter uma reação emocional ao ler algo que nos desagrada, mas espero sinceramente, caro Leitor, que não abandone o blog. Abraços.

Anúncios

Sobre Nerdbully

Mestre do Zen Nerdismo.
Esse post foi publicado em Nerdbully e marcado , , , , . Guardar link permanente.

22 respostas para Por que a Marvel vende mais que a DC? Convergence e o “fim de tudo” [ATUALIZADO]

  1. Anthony Stark disse:

    Stan Lee é o grande arquiteto da Marvel ,claro que teve a ajuda de grandes desenhistas(e ele nunca negou isso),mas Lee é o responsável pelo sucesso inicial da Marvel.Sempre tive mais afinidade com a Marvel, mas gosto da DC também.A DC fica cada vez mais confusa com tantas mudanças ,em tão pouco tempo.Já a Marvel,com a Marvel Now,fez mudanças mais suaves,melhores de entender.Eu já não entendo a DC desde “Zero Hora”!

    • Jarvis disse:

      Stan Lee é,de fato,o responsável pelo sucesso da Marvel com suas inovações e decisões.A DC é confusa com tantas idas e vindas,enquanto a Marvel tem um propósito,um direcionamento.Está certo em suas opiniões Sr Stark.

  2. Banca Do Gibi disse:

    DC não vende tanto porque tem medo de inovar com o seu status quo (superman, batman e aglum outro) e porque segura muito a mão dos escritores.Isso me lembra uma cena em Vilania Eterna.O Asa Noturna esta amarrado, enquanto o Coruja fica falando umas asneiras, quando o Asa se solta, o que ele faz? O leitor imagina: O Asa Noturna da um mega soco na cara do Coruja (daqueles que o Tony Stark leva,kkkk) afinal a sociedade dos vilões revelou a identidade dele e fudeu com a sua vida.Pois é, não faz isso, ele se solta e num quadrinho pequeno da um chutinho bem timido, xoxo…estragando aquele clímax todo. Marvel vende pois antecipa o que o leitor quer ver.

  3. Rodrigo Tadei disse:

    Texto é até bacana mas do jeito que tu escreve parece que a DC vende muiiiiiiiito menos que a Marvel e isto não é verdade, a diferença entre as duas editoras é relativamente pequena.

  4. Koppe disse:

    “O que os fãs querem?”, resmungou um roteirista. “Eles querem mudanças. O que acontece quando a gente dá mudanças? Não é a que eles queriam, e todo mundo quer que volte a ser como era.” (trecho de “Marvel Comics: A História Secreta”)

    Acho que a Marvel consegue ousar mais. A DC parece ter medo de fazer coisas e desagradar, como se pisasse em ovos o tempo todo. E quando finalmente decide alguma coisa, parecem decisões tomadas de cima, por gente que não entende muito de quadrinhos e não conhece o próprio público. Não que a Marvel não faça algumas (muitas) coisas erradas do tipo de vez em quando, mas a Marvel parece não levar tudo tão a sério, então pode mexer nos personagens e na cronologia que é fácil mudar e corrigir depois. Quando a DC tenta fazer o mesmo, gera coisas difíceis de explicar, como o Superman azul com poderes elétricos e a Mulher Maravilha Ártemis…

    Aqui tem um texto que talvez ajude (ou não) a entender melhor essas diferenças: http://contraversao.com/eu-compro-mais-marvel-mas-coleciono-mais-dc/

  5. Augusto disse:

    Acho que a DC vende menos Pq além de ela ter medo de inovar,ela não é tão agradável ao seu foco:Adolescentes.A DC é sempre muito séria;isso é necessário,mas nem tanto.Eles poderiam deixar alguns personagens sérios,como o Batman,e colocar coisas nem tanto em outras;A la Deadpool.

  6. Pingback: Quadrinheiros ao Vivo: Superman vs Batman e a história da DC Comics | Quadrinheiros

  7. Pingback: Quadrinheiros Explicam: a história da DC Comics na Martins Fontes Paulista | Quadrinheiros

  8. eu que a Marvel é mais inteligente

  9. Leitor disse:

    DC com convergência tem 33 por cento do mercado, Marvel tem 36 por cento, a image tem 10 por cento, a Dc comparando dos novos 52 para cá nunca vendeu tanto, isso ai é um texto infantil e fiquei muito decepcionado com o autor ( a qual admiro muito)

  10. Leitor disse:

    Outra coisa a Dc vendeu mais se comparar com o inicio dos novos 52 trazendo os personagens antigos e agradando os fãs , a Marvel só está vendendo mais por causa de starwars (coisa que o texto negligenciou) starwars está com o top 10 quase todo da Marvel, se for comparar com os herois da marvel ai dc ganha de longe da marvel

  11. Leitor disse:

    Só para esclarecer citei starwars porque você cita convergência apesar da saga nem ter saido na época que citou ela, sendo então impossível você ter lido para criticar ela.

    • Nerdbully disse:

      Caro Leitor, creio que vc está um tanto equivocado quanto ao peso da marca Star Wars para as vendas da Marvel, ao menos no ano de 2014, que foi quando esse post foi escrito pois os quadrinhos de Star Wars foram publicados pela Dark Horse de 1991 até 2014 e só em 2015 voltaram para Marvel (que os publicou de 1977 até 1987).
      De fato, como eu mesmo coloco no texto, durante o início dos Novos 52 a DC realmente vendeu mais que a Marvel, porém dizer que fez isso “trazendo personagens antigos e agradando fãs” é no mínimo questionável, pois não foram poucos os fãs que reclamaram (e ainda reclamam) deste reboot trazido pelo Flashpoint.
      Se vc acha que 3% é pouca diferença dentro da indústria de quadrinhos dos EUA, sinto lhe informar que não é.
      Na verdade, se vc leu o texto, não foi nem uma crítica à Convergence, é simplesmente uma constatação com base no que o próprio Jim Lee afirmou, que a série iria resolver os problemas de continuidade e que ela não vai fazer isso – como de fato não fez.
      O que o texto de fato aponta é o descontrole editorial da DC que se reflete nas vendas. Essa percepção não é minha, e sim da própria DC, que rebootou seu universo (ou multiverso) para vender mais e agora tem como estratégia sagas semanais para impulsionar vendas. Nós abordamos esse descontrole editorial da DC em nossa palestra. Talvez um dia a transforme-a em um texto detalhando melhor isso.
      Quando os números de 2015 saírem nós poderemos ver quem venderá mais, se Marvel ou DC, com ou sem Star Wars… mas veja que dizer qual editora é “melhor” ou “pior” está no campo da subjetividade. Cada um terá sempre uma opinião, com argumentos ou não. As vendas são um dado objetivo e é por isso que no título a pergunta é “Por que a Marvel vende mais que a DC?” e não “Por que a Marvel é melhor que a DC?”. Como sempre digo, aqui todos somos e lidamos com fãs, palavra que deriva de “fanático” e sei que é difícil não ter uma reação emocional ao ler algo que nos desagrada, mas espero sinceramente, caro Leitor, que não abandone o blog. Abraços.

  12. Steve disse:

    e agora marvel alcaçou os 40% do mercado, mostrando que o texto foi bem consistente.

  13. Pingback: Porque Chris Claremont é mais importante para o mercado de quadrinhos do que Alan Moore | Quadrinheiros

  14. Pingback: Qual vale mais – Guerras Secretas da Marvel ou Convergência da DC? | Quadrinheiros

  15. Pingback: Por que a MARVEL continua VENDENDO mais que a DC? | Quadrinheiros

  16. disse:

    realmente é muito triste cara 😦
    acho as hqs da DC muito superiores as da Marvel, bem mais rica em detalhes, o problema q eu acho é q a geração de hj prefere os herois da marvel pois ela atualmente é quem está dominando as telas. mas se os adolescentes e crianças fossem assistir as animações seria diferente, pelo menos grande parte do publico jovem prefere a dc por causa das series.

    • disse:

      Cara resumiu o que eu acho certíssimo as HQs da Dc são muito muito superiores mesmo a marvel porém por causa da popularidade no cinema e q fica foda, mas se colocassem as animações da Dc mais nas telonas iria conseguir público adolescente por exemplo a Disney e recheada de animações da Marvel mas nenhuma presta enquanto jovens titans em ação q é apenas uma paródia e o desenho mais assitido do cartoon se fosse na época daquele desenho liga da justiça seria diferente…

  17. Pingback: A diversidade está causando uma crise na Marvel? | Quadrinheiros

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s