Cinco consequências sérias para os heróis

Quais foram as maiores consequências sofridas pelos heróis por seus traumas?

Os traumas de origem, como a morte do Tio Ben para o Homem-Aranha, a explosão de Krypton para o Superman, ou o assassinato dos pais de Batman, mostram quem são os heróis. Em um caso, é o filho em busca de redenção. Nos outros, órfãos em busca do “pai”. Já no caso dos X-Men, ao se deparar com Magneto, um mutante como eles, descobrem diferentes visões sobre um mesmo conceito, no caso, o preconceito. As perdas e obstáculos de origem moldam a identidade dos heróis. Mas isso é só o primeiro passo para a construção de uma história.

Nas trajetórias dos heróis existem marcos que indicam para os leitores o avanço que o personagem percorre. Ao nível mais profundo de leitura, pouco importa o uniforme que eles usam, os super-poderes que eles têm. São as consequências dos acontecimentos que transformam personagens e tornam as histórias memoráveis. Indo além da origem, são as consequências que separam o “super” do “homem”. Elas obrigam os personagens a se adaptar a novas circunstâncias, que são dramáticas e irreversíveis quando o autor se compromete em contar uma grande história.

Por um lado, os quadrinhos (em especial os do mainstream, Marvel e DC) são tão atraentes porque trazem histórias com os mesmos personagens há décadas, revelando valores, significados e sentidos diferentes ao longo dos anos. Por outro lado, os quadrinhos têm a ingrata necessidade de “reverter” as consequências de enredos passados para reforçar a origem dos heróis e ampliar a comunidade de leitores que acompanham as histórias.

No entanto, há aquelas consequências que foram somadas às origens dos personagens e até hoje continuam intocadas e  moldam a trajetória dos heróis.

Sem entrar nas incontáveis “mortes” dos heróis (diga-se de passagem, “temporárias” e bem menos traumáticas do que as origens) cinco consequências que “ainda valem” nos quadrinhos:

 

  • O “caso” da Mulher-Invisível com Namor que existe desde o ressurgimento de Namor na Marvel em Fantastic Four n.4, de Stan Lee e Jack Kirby (1961)  

  • O alcoolismo do Homem de Ferro desde a história “O demônio na garrafa” que começou em Iron Man n.128 (1979), de David Michelinie e John Romita Jr., que volta a aparecer sutilmente nos filmes

  • Quando Wolverine teve o metal adamantium extirpado dos ossos por Magneto e foi revelado que as garras na verdade são feitas de osso no arco Fatal Atractions de Scott Lobdell, Joe Quesada, Larry Hama, J.M. DeMatteis, Fabien Nicieza (1993).

  • O arco Spider-man: One More Day  (2008) de J. Michael Straczynsky e Joe Quesada, que desfez o casamento de Peter  Parker e Mary Jane Watson (2008)

Que tal?

Que outras consequências provocaram mudanças essenciais na vida dos heróis?

Sobre Velho Quadrinheiro

Já viu, ouviu e leu muita coisa na vida. Mas não o suficiente. Sabe muito sobre pouca coisa. É disposto a mudar de idéia se o argumento for válido.
Esse post foi publicado em Velho Quadrinheiro e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s