Sete momentos em que Leonard Nimoy nos ensinou a ser mais humanos

spockL_468x658Perdemos Leonard Nimoy, intérprete/criador não só de um personagem mas de um verdadeiro arquétipo, o Sr. Spock. O racional Vulcano foi inspiração para milhares de jovens e adultos espalhados pelo mundo ao longo de décadas.

Tivesse silenciado da fama e desaparecido sem alarde anos atrás, Nimoy não receberia honras menores depois de sua morte. Mas poucos dias antes de falecer, o ator ainda postou uma mensagem no twitter que só reafirmou o porquê dele exercer, com toda razão, tamanho carinho, respeito e veneração entre fãs.

Aqui estão sete momentos perfeitos em que Nimoy nos ensinou a sermos mais humanos.

"A vida é como um jardim.  Podemos ter momentos perfeitos, mas não preservados, exceto na memória."

“A vida é como um jardim. Podemos ter momentos perfeitos, mas não preservados, exceto na memória.”

7.  The lazy song

Ok, não é uma cena de Spock, mas de Nimoy, hilário, como protagonista de The lazy song, de Bruno Mars.

6. Star Trek – TOS – This Side of Paradise (1967)

Spock, doidão, pendurado na árvore tentando impressionar a mina. Quem nunca?

5. Star Trek – A Nova Geração – Unification (S5/E7- 1991)

Algo pouco lembrado no Brasil, Star Trek – A Nova Geração mostrou o que aconteceu com Spock depois de se reformar da Frota Estelar em Star Trek VI. Como embaixador, tornou-se um militante ferrenho da unificação do planeta Romulus (chegando a integrar a guerrilha!). Como se não bastasse, ensinou para o “jovem” capitão Jean-Luc Picard que o caminho do esclarecimento pode levar décadas, mas ele pode ser alcançado.

4. Star Trek IV – A Volta para Casa (1986)

Curta. Profunda. Adulta. Cheia de significados. Esta breve troca de falas entre Spock e Sarek, tirada de Star Trek IV, escancara todo carinho e amor compartilhado entre pai e filho, que sob o peso da idade, cargos e uniformes, jamais poderiam ser ditos.

 

3. Star Trek VI – A Terra Desconhecida (1991)

Yoda, Obi-Wan ou o Mestre dos Magos não passam de gurus inconsequentes. Jamais um professor foi tão claro e objetivo com seu aprendiz do que Spock tentando ensinar o valor da lógica para V’Leris em Star Trek VI.

2. Star Trek 2 – A Ira de Khan (1982)

Esta cena talvez seja o ponto máximo da atuação de Nimoy como Spock, dividindo a tela com um William Shatner inspiradíssimo. Esqueça o cenário datado, o brega potencial que a situação sugere. Até o esbarrar de Spock, cego pela radiação, no vidro que o separa de Kirk, incita uma austeridade digna de veneração. Uma das cenas mais solenes já produzidas pelo cinema. Insuperável.

 

1. Star Trek 2 – A Ira de Khan (1982)

Funeral para um amigo. Nimoy está ausente na cena, mas indisfarçavelmente presente nas interpretações de cada ator da – note-se Shatner, quase desmoronando. O peso da perda é evidente. Isso não é mero talento dos atores; é uma reação à gravidade que a atuação de Nimoy conferiu ao personagem. “De todas as minhas viagens e de todas as almas que já encontrei, a dele foi sem dúvida a mais… humana.”

Anúncios

Sobre Velho Quadrinheiro

Já viu, ouviu e leu muita coisa na vida. Mas não o suficiente. Sabe muito sobre pouca coisa. É disposto a mudar de idéia se o argumento for válido.
Esse post foi publicado em Velho Quadrinheiro e marcado , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Sete momentos em que Leonard Nimoy nos ensinou a ser mais humanos

  1. Simplesmente perfeita essa lista! Em especial a última cena listada. Esta sempre me encanta, pois não considero Shatner um ator sequer mediano. Mas nessa cena (influenciado pela “… gravidade que a atuação de Nimoy conferiu ao personagem”), a dor de Kirk é palpável, toca-nos profundamente. O engasgo antes de proferir o “humano” é um engasgo que todos nós sentimos (eu ao menos senti fortemente) ao sabermos da partida do grande Nimoy.
    Uma prova especial e particular da grandeza de Nimoy é que até mesmo minha esposa, que não é fã de ficção científica, lamentou sua morte correndo pra me mandar uma mensagem me dando a notícia, como se um parente ou uma amigo tivesse acabado de falecer.
    Como já amplamente dito nas redes sociais, o que nos consola é que ele teve uma vida longa e próspera.

  2. Tony Stark disse:

    Adorei a lista! Vida longa e próspera!

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s