Os filmes mais esperados de 2014: uma lista quadrinheira II

Ahoy, Ilmos. leitores deste blog!

Nós, ilmos. quadrinheiros, que abrimos malas postais diretas sempre iniciadas com “Ilmo. senhor”, apresentamos a 2ª edição de uma pseudo-tradição iniciada a exatos 12 meses atrás! Ou 13 e uns quebrados, sei lá. Eis a lista dos filmes que ansiamos impacientemente assistir no ano fiscal 2014!

Como apontou o Nerbully em colóquio privado no ICQ, a lista de 2013 virou um inventário de decepções (“A lista de filmes de 2013 foi um inventário de decepções!”, disse ele).

Aquele World War Z foi uma derrota, Kick Ass 2, uma frustração. Mad Max não saiu no cinema, Wolverine foi um tiro no pé e Star Trek 2 foi bem furreca. Mas tivemos Homem de Aço, Homem de Ferro 3, Thor e Pacific Rim, que foram bem joinhas, então acertamos 4 em 10.

Com o fito de aumentar nossa média de profetismo cinematográfico e passarmos de ano com boletim repletos de nota azul, informamos que veremos com zelo e parcimônia as seguintes películas:

 

 

Robocop – 21 de fevereiro

RoboCop2014

Vivo ou morto você vem comigo.” Jovens, não se enganem, nunca vai existir um filme como o original. Era boçal de tão violento. Um filme que celebrava a humanidade pela total falta dela. Era uma espécie de velório no cinema disfarçado de ficção científica (Alex Murphy, o policial que virou RoboCop não passava de um cadáver ambulante). Com razão, a produção deste reboot gerou intermináveis mimimis entre sites americanos. Contudo, nosso patrício, o diretor do filme, José Padilha merece sua chance (dizem os rumores, o “corte final” do filme foi exatamente da maneira que ele quis, sem intervenções de produtores). Dois Tropas de Elite no currículo me deixam tranquilo e o trailer não desaponta.

 

 

 

X-Men – Dias de um futuro passado – 23 de maio

xmen-days-of-future-past

Tal como aquele último dia na praia, quando a galera faz aquele almoço final e jogam tudo na panela pra não sobrar nada na geladeira, o novo filme dos X-Men é um grande sarapatel mutante. Professor Xavier (jovem e velho), Magneto (jovem e velho), Wolverine, Tempestade, Mística, Fera, Homem de Gelo, Lince Negra, Bishop, Pássaro Trovejante (faz-me rir), Blink (da Era do Apocalipse), e vai saber mais quem…  Unidos, eles dão seus pulos no espaço-tempo continuum pra evitar um futuro onde os mutantes foram parar nos campos de concentração. Nos quadrinhos, Dias de um Futuro Passado é uma puta história, divisor de águas, conferiu um senso de urgência às mornas aventuras dos X-Men. Agora, quer fazer o filme fazer sucesso? Põe a música certa na trilha sonora!

 

 

 

O Espetacular Homem-Aranha 2 – 1o de maio

Spider-Man2

À revelia, porque somos jovens (not) e rebeldes (nah), fomos assistir o reboot estrelado por Andrew Garfield. A conclusão foi de que, se gibis têm desenhistas e escritores diferentes, o mesmo poderia valer para filmes. Ok, Garfield (pff) é razoavelmente melhor que Tobey Maguire (tsc tsc). Mas indiscutivelmente, Emma Stone (aahh) é a melhor coisa que poderia acontecer na vida de um cara azarado (?). O trailer do novo filme foi promissor. Torcemos por grandes pancadarias entre o Aranha e o Electro (Jamie – menos-do-que-acredita-que-vale- Foxx) e o Rino (Paul – preciso-pagar-o-aluguel – Giamati). Mas nos deparamos com dilemas: Parker não tinha prometido se afastar da Gwen Stacy pro Capitão Diego? Mesmo depois de Parker de ter sido visivelmente espancado, a noviça voadora não levantou nenhuma suspeita mais séria de por onde andaria seu incauto sobrinho? Como é possível ao herói viver num mundo que ele não criou? O que nos leva a perguntar, quem vive num mundo que criou?

 

 

 

Capitão América 2 – 1o de maio

captainamericaposter

O 1º filme foi legalzinho, mas convenhamos, nada demais. Tanto é que um mísero trailer de Capitão América 2 – Soldado Invernal foi mais marcante que todo o 1º filme. Por conta de uma excelente edição, o trailer promete um grande filme de ação, intriga de espionagem, tiradas cômicas e, UIA!, crítica a ações do governo dos Istadozunildos! Largadinha no meio das cenas, aquela “isso não é liberdade, é medo”, parece um intervalo no meio da ação, mas é uma frase de alcance global num cara vestido de bandeira. Não é pouca coisa não. Capitão América é a nova Em Guarda!

 

 

 

Sin City 2 – 22 de agosto

sin_city_2

Reconheço, criei um ranço pesado do Frank Miller nos últimos 10 anos. Já se sentia algo de podre no ar em Cavaleiro das Trevas. Mas lá funcionou como uma sinfonia. De 85 em diante tem sido uma ladeira abaixo. Hoje em dia ficou na moda descer o pau nele, muito por conta das posições ranhetamente conservadoras. Por princípio, quero me dar oportunidade de escutar a opinião de Frank Miller. Melhor que seja em Sin City 2, resultado de um trabalho longo, onde mais gente teve que crivar as opiniões do sujeito.

 

 

Como treinar seu dragão 2 – 19 de junho

howtotrainyourdragon2poster

Ok, não é um filme de quadrinhos. Mas curtimos bichos, especialmente dragões com cara de gato, jeitão de cachorro, asas de morcego e que cospem fogo. Não é mistério, o 1º filme foi sensacional. Tinha a voz do Leônidas e do Craig Fergusson (que se estabacam de rir quando estão juntos). Além de tudo, há sobrinhos, quiçá filhos, que requerem a devida educação que a escola não dá (e precisamos de uma desculpa pra ir ao cinema ver filme infantil).

 

 

 

Interstellar – 7 de novembro

interstellar-poster

Quem viveu na época diz que nos anos 60 e 70, tempo de orçamentos mais modestos no cinema, a diversão era acompanhar a carreira de diretores favoritos, notar as nuances e evoluções que eles impunham nos filmes. Coisa de fã. Christopher Nolan é um cara que merece o mesmo cuidado. Ele já tinha virado cult com Amnésia. Aí veio a trilogia do Batman, sequestrou a lealdade e afeto de todo nerd do planeta. Um mestre no ofício, Nolan ganhou incrível autonomia criativa em Hollywood. Agora é hora de ver aonde ele pode nos levar, pouco importa se o filme flopar nas bilheterias. E por enquanto não sabemos nada sobre o filme além do teaser trailer.

 

 

 

Godzilla – 16 de maio

godzilla

Da última vez que tentaram fazer o filme, foram 10 minutos de Godzilla obliterando cidades e outros 90 do Matthew Broderick e do Jean Reno falando sobre o Godzilla obliterar cidades. É de se presumir que as razões daquele fracasso foram identificadas. O trailer instiga. Enquanto mais detalhes não hão, cabe dizer: Godzilla foi talvez o primeiro dos monstros destruidores de cidade criados no Japão. Na origem do dinossauro/dragão/lagarto de 80 andares, ele foi despertado graças aos testes de bombas nucleares no Pacífico. Que nada, recurso de roteiro para disfarçar o óbvio. Godzilla é a metáfora do rancor nipônico pelo trauma dos ataques nucleares à Hiroshima e Nagasaki na 2ª Guerra Mundial. Incontrolável, mal-dirigido, avassalador, irrefreável.

 

 

 

Guardiões das Galáxias – 1 de agosto

Guardians-of-the-Galaxy

Segundo nos informou Picareta Psíquico, Guardiões das Galáxias é um quadrinho saboroso, símbolo da nova Marvel. Enredos bem armados, diálogos espertuchos, dinâmico nas ações e interações dos personagens (e tem a Ângela, anja caçadora de recompensas criada pelo Neil Gaiman numa edição do Spawn lááá atrás, que agora está na Marvel). Nessa altura do ano temos poucas informações (além do elenco), mas esse filme parece o gabarito de uma nova fórmula de Hollywood: buscar nos quadrinhos um repertório de potenciais sucessos no cinema, encher o elenco de nomes de alta popularidade e garantir o retorno do investimento. Se gerar lucro, tanto melhor. Estamos céticos.

 

 

 

Noé – 4 de abril

noah-poster-russell-crowe

Após um notável recesso desde A Paixão de Cristo, aparentemente filmes bíblicos voltaram à moda (além Noé ainda prevê-se outro do Moisés com Christian Bale no papel). Achamos válido. A Bíblia não é o maior best seller da história da humanidade por acaso. Mas, num ímpeto noventista que lembra as táticas da Marvel/DC pra tornar seus heróis mais durões, o sábio, idoso e venerável Noé agora habita a pele do casca-grossa, contumaz lutador de quebra-quebra de boteco, Russel Crowe. Intuímos que o filme será manancial de enormes debates, ensaios, reflexões sobre religião, zeitgeist e tal. Herói milenar, óbvio, Noé para nós é um prato cheio.

Esqueci algum? Comente aí!

Sobre Velho Quadrinheiro

Já viu, ouviu e leu muita coisa na vida. Mas não o suficiente. Sabe muito sobre pouca coisa. É disposto a mudar de idéia se o argumento for válido.
Esse post foi publicado em Velho Quadrinheiro e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Os filmes mais esperados de 2014: uma lista quadrinheira II

  1. Pingback: Por que um vilão faz o que faz? | Quadrinheiros

  2. Pingback: Os filmes mais esperados de 2015: uma lista quadrinheira III | Quadrinheiros

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s