Há como fazer alguém amar quadrinhos?

Alguma vez você já parou para pensar em por que você lê quadrinhos? Muito provavelmente foi uma consequência de uma série de fatores, e que você poderia tomar horas e horas explicando. Mas você já pensou como você levaria outra pessoa a ler quadrinhos?

É aquela coisa de compartilhar uma paixão. Fazer com que o outro olhe para o que você encantado e tenha a mesma relação. É aquela coisa do pai que mostra ao filho por que torcer para o mesmo time.

Tem essas coisas que passam de pai pra filho

Esse ano me fiz um desafio. Vou compartilha-lo aqui como espécie de laboratório de comprovação ou não da minha hipótese.

Só darei quadrinhos de presente e darei mais presentes, logo, distribuirei quadrinhos entre meus conhecidos. Independentemente da pessoa, sexo, idade, relação que tenho com ela e etc.

Isso surgiu do fato de que se sou um defensor dessa arte, preciso divulgá-la da melhor maneira possível. Porém, meu círculo de amigos vê isso muito mais como um hobby estranho e infantil do que como uma literatura. O que muitas vezes faz com que esse meu gosto seja motivo de piada ou de constatações muito bobas.

A idéia é dar novas referências do que são quadrinhos para as pessoas. Precisamos ter esse movimento de exposição para mostrar como quadrinhos são mais do que muita gente pensa ou crê. Há a visão comum apenas de um quadrinho mainstream e americanizado, focado em um público préadolescente ou infantil. A produção nacional fica colocada apenas na Turma da Mônica e nas charges políticas, ambas muito boas e importantes, mas não as únicas.

Claro que nossos pais, principalmente enquanto criança, são nossos influenciadores, mas podemos com o tempo conhecer novos ídolos.

Claro que nossos pais, principalmente enquanto criança, são nossos influenciadores, mas podemos com o tempo conhecer novas referências.

Claro, existem diferentes tipos de quadrinhos e de modalidades, as quais irei adequar ao presenteado. São públicos diferentes, momentos de vida diferentes que exigem leituras diferentes. Não só isso, cada um vai simpatizar mais com um tipo de quadrinho.

Os presentes que entreguei no natal

Os presentes que entreguei no natal

Fora que existem qualidades distintas, não como bom e ruim, mas sim como intencionalidades e construções. Não dá para comparar um trabalho do Gaiman com o trabalho do Angeli, e sou fã de ambos. Assim como acho Asimov tão bom quanto Machado de Assis, não posso colocar ambos em pé de igualdade comparativa direta.

Ambas são frutas, mas cada uma é uma coisa…

Antes de prosseguir, não posso deixar de lado uma idéia que o Nerdbully apresentou na sua resposta ao Paulo Ramos: de que cada um tem a sua opinião e o seu direito de expressá-la, mas isso não a torna verdade. Logo, não espero que todos os presenteados se tornem grandes fãs de quadrinhos, mas sim que eles se abram para essa experiência. Deixem de lado o preconceito e a imagem que tem, para ver como é de fato mais do que uma linguagem.

No Natal já fiz isso. Os presenteados ganharam Dilbert, Quino, Logicomix e uma biografia dos Beatnicks. Agora é esperar que essas pessoas se abram mais para a nona arte.

Uma boa dica se estiver sem idéias e quiser fazer o mesmo é optar por grandes clássicos com uma arte e um roteiro já consagrados, como "O Reino do Amanhã"

Uma boa dica se estiver sem idéias e quiser fazer o mesmo é optar por grandes clássicos com uma arte e um roteiro já consagrados, como “O Reino do Amanhã”

Fico imaginando se é um bom caminho de conquista de novos adeptos esse. Ao final do ano retomo o post e farei um balanço do resultado.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sidekick e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Há como fazer alguém amar quadrinhos?

  1. Conversa com Comics disse:

    Na minha opinião para quem se interessa por arte, quadrinhos é uma baita de uma boa fonte de inspiração.

  2. Minha paixão por Hqs veio da minha mãe me comprou um gibi da Turma da monica e nunca mais parei fui de wolverine, homem aranha, Batman, superman , thor ,Vertigo . Amo muito tudo isso.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s