Sandman Universe e a Nova Vertigo

Sandman está voltando… E quem sabe o selo Vertigo não venha junto?

 

A DC Comics anunciou uma linha de quadrinhos de Sandman chamada Sandman: Universe dentro do selo Vertigo que completará 30 anos em 2018. Inicialmente será um especial de Sandman para introduzir as novas séries, algo semelhante ao que foi com DC Universe Rebirth. Depois será a vez do lançamento de quatro títulos, com escritores já anunciados: House of Whispers, escrita por Nalo Hopkinson, Books of Magic, escrita por Kat Howard, The Dreaming, escrita por Si Spurrier e Lucifer, escrita por Dan Watters. Neil Gaiman está comandando o projeto e, pelas declarações, o que está vindo pode ser muito interessante, principalmente porque o autor escolheu os roteiristas a dedo.

 

 

House of Whispers  

Nalo Hopkinson é uma autora de livros, tem formação literária vinda de seus pais, e cita que algumas de suas principais influências são histórias como a Ilíada e Odisseia de Homero, Shakespeare e algumas mitologias de inspiração africana como Anansi. Neil Gaiman disse que se é para ter uma história que tenha como tema central o vodu e alguns elementos específicos da história (ainda não revelados), não existe ninguém melhor que a autora para isso.

 

Essa série é quase um relançamento das antigas Casa dos Mistérios e Casa dos Segredos, de modo que existirá na história uma relação entre todas as casas. A Casa dos Sussuros mostrará uma entidade vodu que acaba adentrando o mundo dos sonhos. Não existem muitas informações sobre o enredo, porém cada uma das séries anunciadas parece um relançamento de algo que já foi feito pela Vertigo dentro do universo de Sandman. Sussuros faz o papel das antigas “casas” da DC Comics, histórias que são anteriores ao próprio Sandman, porém foram incorporadas pela mitologia da série e acabaram tornando-se referenciais no universo de Morpheus.

 

 

Books of Magic

A autora Kat Howard já teve um compilado de contos editados pelo próprio Neil Gaiman. Ela também é escritora de livros com foco nas histórias de fantasia, ficção científica e horror, indicada para prêmios relacionados a literatura e chegou a venceu o “Alex Award” em 2018. A autora parece gostar também de magia e de temas que Gaiman costuma trazer em seus livros e quadrinhos. Esse foi um dos motivos que fez Neil Gaiman escolhe-la, segundo uma entrevista que o autor deu “Ela tem o toque e entende de magia”.

 

 

Tudo o que sabemos do quadrinho é que ele será uma continuação direta da minissérie escrita pelo próprio Gaiman nos anos 90. Serão novas aventuras do protagonista Tim Hunter.

 

The Dreaming

Si Spurrier já possui uma carreira mais tradicional no mundo das HQ’s. Ele já foi roteirista de histórias na 2000 AD e, no mercado americano, escreveu diversos quadrinhos para a Marvel Comics. Durante a carreira escreveu alguns romances, mas boa parte de seu tempo foi tomado por histórias em quadrinhos. Neil Gaiman “deu” a série que utiliza mais elementos diretos de Sandman para quem possui a maior experiência com o mercado de norte americano de quadrinhos.

 

Essa história é a com maior potencial de afinidade com a obra original, pois trará os coadjuvantes de Sandman. O cabeça de abóbora Mervyn, Lucien o bibliotecário e Matthew, o corvo, serão os protagonistas dessa história. A informação atual é que não teremos, pelo menos no início, participação do lorde Morpheus entre seus ajudantes e amigos, pois o mote da história seria o momento em que eles mantinham o reino dos sonhos funcionando na ausência do Senhor dos Sonhos.

 

Lucifer

Dan Watters é também um roteirista de quadrinhos. Ele publicou em 2016 uma minissérie chamada Limbo pela Image Comics. Esta é uma série que possui notas medianas nas resenhas pelo mundo. O autor é jovem e recém-chegado na indústria de quadrinhos, e tem uma das tarefas mais difíceis da equipe, trazer algo interessante em um personagem que já teve uma longa série pelas mãos de Mike Carey e outra recente criada para acompanhar o embalo do seriado baseado no personagem da Vertigo. O próprio Neil Gaiman reconhece que Watters tem o maior desafio, recriar algo famoso na indústria de quadrinhos.

 

 

Não existem muitas informações sobre a história, porém já conhecemos seu protagonista.

A Vertigo comemora um aniversário de 25 anos em 2018. No passado a editora havia divulgado um teaser mostrando várias de suas séries clássicas com uma arte reimaginada por novos artistas e uma data. No pacote havia Sandman, Monstro do Pântano, Os Invisíveis, entre outras séries e personagens famosos. Não seria surpresa Hellblazer, Monstro do Pântano, Homem-Animal, entre outras histórias voltarem ao selo por novos escritores. Essa seria a possível solução da DC para trazer leitores de volta para o selo que está perdendo força a cada ano por apresentar histórias com uma qualidade aquém do esperado pelos leitores.

 

É possível que o “one shot” de Sandman deixe algo em aberto para ser desenvolvido nessas novas séries. Elas provavelmente terão constante ligação e algum grande arco deve ser alcançado no fim das histórias. São parcas informações sobre a quantidade de edições. Neil Gaiman estará coordenando esse time selecionado pessoalmente. Ademais, é interessante que as integrantes femininas já tenham carreiras e formações consolidadas, que ressoam a onda de escritores da “british invasion” que fizeram grandes clássicos nos anos 80 e 90. A expectativa é que Sandman traga algo novo na mesma qualidade ou melhor do que o que fomos apresentados por Neil Gaiman, que o mundo dos sonhos reine entre uma nova geração de roteiristas de quadrinhos dentro do selo Vertigo.

Anúncios

Sobre John Holland

Procurando significados em páginas de gibi enquanto viaja pelos trilhos do conhecimento e do metrô. Sempre disposto a discutir ideias e propagar os quadrinhos como forma de estudo, adora principalmente a Vertigo, está sempre disposto a conhecer novos quadrinhos e aprender o máximo de coisas possível!
Esse post foi publicado em John Holland e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Sandman Universe e a Nova Vertigo

  1. Ozymandias Realista disse:

    Apenas me tira uma dúvida. O Livros da Magia mensal, foi um “reboot”? Eu li algumas histórias dele na Vertigo da Abril e gostei muito mais do que a mini do Gaiman, apesar das pessoas ignorarem a mensal, como inferior.

  2. Pingback: The Sandman Universe – o show tem que continuar | Quadrinheiros

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s