Hype, Spoiler e Euforia

A empolgação máxima

Hype, de acordo com algumas definições do Urban Dictionary, é quando a publicidade, intencional ou não de algo, gera uma empolgação imensa sobre um determinado produto. Definições semelhantes aparecem em dicionários mais formais como o de Cambridge e Oxford.

Mas no fundo, o que realmente importa, é que o Hype só ferra com você, espectador/consumidor.

Uma das cenas mais memoráveis para entender o hype é a dos dois irmãos que ganham seu nintendo 64 no natal de 1998. Os berros histéricos, os gestos incontroláveis, os olhos estatelados e a empolgação poderiam ser de um viciado, mas são apenas de duas crianças que ganharam o que, para época, era o melhor video-game que alguém poderia ter. Se por alguma razão obscura você nunca tenha visto essa cena, segue abaixo:

Mal sabiam eles que num espaço muito curto de tempo eles teriam que aprender a soprar fitas (nota do editor: “cartucho”!), fazer mandingas para o aparelho funcionar, evitar diversos movimentos do controle para ele não estragar muito rápido, e tantas outras coisas que apenas quem teve um meia-quatro poderá entender. Fora a pior parte. Dois anos depois veríamos surgir o PS2 e o império Sony, que hoje levam a Nintendo ao ostracismo.

Assim como esse incauto jovem, somos bombardeados constantemente pelo mercado de cultura pop para vivermos essas sensações. Tomando atenção especial nos filmes de super-heróis, basta ver como tem sido a publicidade e as reações. Antes de lançarem Capitão América: Guerra Civil choveram milhões de críticas positivas sobre o longa-metragem. Antes do próprio filme do Batman Vs Superman, a Warner tentou emplacar o mesmo efeito. X-Men: Apocalipse não foi diferente e nem tem sido em nenhum outro título cinematográfico.

veja que até calendário para os próximos 2 anos, já temos.

Veja que já temos até calendário para os próximos 2 anos.

Paulatinamente somos induzidos a sentir essa euforia. Para seguir o tom “dicionarêsco”, vale ler a definição do termo euforia que, de acordo com o Houaiss, significa:

1psicop estado caracterizado por alegria, despreocupação, otimismo e bem-estar físico, mas que não corresponde nem às condições de vida, nem ao estado físico objetivo

2psicop sintoma comum a várias patologias e tb. a algumas intoxicações (álcool, drogas), que se acredita contribuir para explicar a dependência

3p.ext. entusiasmo, alegria exagerada e ger. repentina; exaltação

Veja que essa questão clínica, digna de um acompanhamento psicológico, é perpetrada pelo maior período possível. A publicidade, e o próprio universo nerd, tentam manter essa sensação, para que se consuma ainda mais daquele conteúdo, para que se tome ainda mais tempo com aquele tema. Mas o maior problema é que fazem isso esperando que não se tenha reflexão.

Se piscar, perde...

Se piscar, perde…

Não devemos pensar, mas apenas nos envolvermos de corpo e alma, além da carteira. As estreias só ficam em cartaz em salas especiais, que tem preços exorbitantes, que nos forçam ao desconforto com seus óculos 3D. Soma-se a isso o escracho de quem se diz fã ou nerd e que não viu no dia da estreia. É aquela enxurrada de amigos cobrando ou o medo do temeroso spoiler.

E o spoiler? Podemos chamá-lo de irmão atrasado do hype. Ele é focado especialmente para os espectador que não se seduziu pelo frenesi do hype inicial, sendo carcomido pelo medo de saber um trecho da narrativa, antes da hora. Para piorar, criou-se a cultura do medo do spoiler, reforçando ainda mais o hype e a euforia.

No fundo, a indústria cultural apenas quer fazer com que seu consumo seja prolongado; que seus impulsos para consumir sejam ainda maiores; que você consuma por uma demanda social. Não importa quantos quadrinhos você tem ou leu, assim como quantos filmes você viu, e muito menos quando os viu. A cultura não pode ser condicionada pelo impulso de consumir, mas sim pelo que ela pode nos enriquecer.

Nem precisa de legenda

Nem precisa de legenda

Anúncios
Esse post foi publicado em Sidekick e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Hype, Spoiler e Euforia

  1. Pingback: Lançaram PokémonGO e … OLHA NO QUE DEU | Quadrinheiros

  2. Pingback: Totens, passarelas e Pokémon | Quadrinheiros

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s