Por que o Batman é o melhor personagem de todos os tempos?

Praticamente todos os leitores e leitoras desse blog aguardam ansiosamente a estreia do último filme da trilogia do Batman de Cristopher Nolan nos cinemas, infelizmente atrasada em uma semana aqui no Brasil. Enquanto esperamos resolvemos dividir com vocês o motivo de gostarmos tanto assim do Cavaleiro das Trevas para marcar a ocasião.

Sem mais delongas, os Quadrinheiros respondem: por que Batman é o melhor personagem de todos os tempos?

Picareta Psíquico

Porque eu sonho em ser o Batman e porque nunca serei…

Por todas as referências clássicas: o melhor detetive do mundo (Sherlock Holmes), o terror gótico (Edgar Alan Poe), as aventuras do tipo capa e espada (Erroll Flynn), o trauma infantil (Cidadão Kane), o aparato tecnológico e a relação com as mulheres (James Bond). A galeria de vilões insanos, a ausência de super poderes, o código de ética, a obstinação. Não pode ficar melhor do que isso! Aliás pode sim – Comissário James Gordon – o personagem mais humano dos quadrinhos. E quando pula pra fora das páginas da revista e invade outras mídias, o personagem continua surpreendendo, como na psicodelia da série de tv dos anos 60 (e da paródia XXX), nos desenhos animados noir de Bruce Timm, ou no realismo operístico dos filmes de Christopher Nolan.

Por todas as escolhas erradas e questionáveis: a truculência sem fim (Frank Miller), o apelo homo erótico (filmes do Joel Shumacher), o Bat-Cão e o Bat-Mirim, Bane e a espinha quebrada (e depois regenerada!), vilões idiotas como o Homem Calendário ou o Mariposa Assassina, a participação da dupla dinâmica no desenho do Scooby Doo. Chamar a parceria entre Batman e Robin de dupla dinâmica! Por nunca superar a morte dos pais, por ser milionário e bater em capanga pé de chinelo escondido atrás de uma máscara.

Mas mesmo com todos esses contras, tem uma coisa que me faz querer vestir a capa do morcego todas as vezes que eu vejo qualquer uma das versões desse ícone – o Batmóvel!

Velho Quadrinheiro

Um mundo cruel sob a capa da civilização. Apatia, decadência, corrupção, indiferença… Nas esquinas de uma vida cotidiana, as esperanças são sufocadas com o estampido de uma arma, vidas perdidas por atos de desespero… Nada pode ser feito, ninguém está a salvo, ninguém está disposto; exceto ele, a sombra da noite, a justiça mascarada, a centelha da virtude: Grey Ghost!!

Assistir a morte dos pais sem dúvida foi a motivação de Bruce Wayne para se tornar Batman. Mas foi Grey Ghost, herói do cinema que ele assistia com o pai, que deu forma a essa inspiração!

Os mitos, as boas histórias, são esculpidas pelo tempo e muitas pessoas diferentes; fui uma criança sortuda por ter esse detalhe esclarecido em Batman: The Animated Series (1992-1995).

Atrás da figura solene, austera e racional do Batman, havia uma fantasia infantil que guiava os atos dele; era essa lembrança, uma noção simplista de bem e mal, aparentemente ingênua, que garantia ele fazer sempre a coisa certa nas situações mais obscuras. Era uma fantasia que dava sentido àquilo que não tinha sentido: a realidade.

Nos últimos 8 anos, o Batman de Chris Nolan tem moldado essa fantasia com mais alcance que os quadrinhos. Que o tempo responda se essa é a melhor história. Mas como sentiu o garoto Bruce Wayne, é bom saber que há um herói pra inspirar nossa insensata realidade.

Quotista

Conheci o Batman assistindo o desenho dos Superamigos. Por isso, nunca fiz grande caso dele. Assistir a série com Adam West foi divertido, mas não me fez realmente respeitar a personagem. Pra mim, ele era só mais um cara com uma roupa esquisita que combatia criminosos estranhos.

A primeira vez que fui pensar no que realmente era o Batman foi quando vi o filme de Tim Burton. Tinha lido pouca coisa até então (eu gastava mais tempo com livros do que quadrinhos até a adolescência). Hoje, mais maduro (HAH!!!), acho esse filme muito fraco, mas sempre guardo por ele um sentimento de gratidão por me apresentar um Batman que não é coisa de criança.

O que realmente gosto no Batman é que ele está do lado da justiça. Ele tem todos os recursos para se tornar uma espécie de dono do mundo, mas não tem dúvida de que deve usar tudo isso para salvar os que não podem fazer isso por si mesmos. Ele é, supostamente, um homem comum, mas essa força-de-vontade e abnegação o colocam no patamar superior dos heróis.

A trilogia que Nolan encerra este ano nos mostra um Batman real (seja lá o que essa palavra queira dizer), que vai construindo seu papel no mundo, mas sem realmente compreendê-lo. Ou melhor, ele constrói primeiro e leva um tempão pra entender. E lá está ela: a escolha pela justiça, a escolha de carregar um peso que nenhum de nós seria capaz.

batman-1989-23-g

Nerdbully

O primeiro contato que tive com o Batman foi na famigerada série de TV estrelada por Adam West (Batman) e Burt Ward (Robin). Mesmo naquela roupagem hoje vista por mim como ridícula, aos olhos da criança que eu era acreditei que o Batman era possível.  Os traços do personagem que mais me apaixonam estavam ali: o detetive sempre um passo a frente de seus inimigos, que na série era representado por um bat-utensílio providencial para cada ameaça enfrentada pela Dupla Dinâmica.

Só depois para mim vieram os quadrinhos, as outras animações, os filmes de Tim Burton (os outros nem merecem ser citados), cada um fazendo uma leitura interessante e apaixonada do Homem-Morcego e me fazendo gostar mais ainda do Cruzado Embuçado.

Batman é uma figura apaixonante porque nos permite sonhar, nos permite crer que podemos ser iguais a ele. Afinal, o que nos difere do Batman? A maioria responderia que é o fato de ser podre de rico, mas não. O que nos difere e o que nos apaixona é sua determinação inabalável. Batman vai até o ápice daquilo que é humano em todos os níveis – físico, espiritual e mental. Alimentado pelo trauma de ver os pais assassinados, ele sempre vai em frente, em busca de justiça ou vingança, dependendo de quem assume a história. E também nos mostra o que há de pior e melhor na natureza humana: não conseguir deixar para trás, ter um motivo para continuar, uma meta que jamais será concluída, mas que nos leva adiante.

E eis que veio  Christopher Nolan e, do mesmo modo que Richard Donner nos fez crer que um homem pode voar em Superman, nos permitiu acreditar, me permitiu acreditar, agora já adulto, que o Batman era possível.

E você, o que acha? Comente aí porque o Batman é o melhor personagem de todos os tempos!

batman_in_the_dark_knight_rises-hd-wallpapers

Anúncios

Sobre Nerdbully

Mestre do Zen Nerdismo.
Esse post foi publicado em Nerdbully, Picareta Psíquico, Quotista, Velho Quadrinheiro e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

15 respostas para Por que o Batman é o melhor personagem de todos os tempos?

  1. Antes de qualquer coisa, eu não acho o Batman o melhor personagem de todos os tempos, minha “admiração Aranha” não me permite dizer o contrário, mas tenho que confessar que ele é o único personagem da DC que eu já gostei (e continuo gostando) desde que comecei a me interessar pelo mundo “super-heroístico”. Acho que o meu primeiro contato com o Batman foi com o filme “Batman & Robin”, de 1997 (se não me engano). Minha mãe sempre gostou do personagem, então, ela meio que me fez assistir o filme quase inconscientemente (se é que isso é possível), já que ela sempre falava (e ainda fala) do Batman quando o assunto era “super-herói”. Depois que eu desenvolvi um pouco minha crítica vi o quanto o filme não faz jus ao personagem, ainda mais depois que o Nolan (olha a intimidade rsrs) assumiu essa nova trilogia. Porém, como foi esse filme novo que “meio que me apresentou” ao personagem, acho que devo um pouco à ele, como alguém já mencionou no texto sobre um outro filme. Acho que depois dele só tive contato com o personagem de novo através dos desenhos da LJA, mas como nessa época as HQs já gritavam por mim, eu conheci algumas histórias e foi aí que eu realmente percebi que o Batman é um dos melhores heróis já criados, com alguns ótimos “vilões” também. Enfim, resumindo, acho que o que eu tenho a dizer sobre o Batman é que ele é um dos poucos personagens da DC que eu realmente gosto (apesar de algumas histórias que também não fizeram jus a ele, mas que personagem nunca sofreu na mão de certos roteiristas não muito qualificados, certo?). 🙂

  2. Nerdbully disse:

    Tenha a mente aberta, Luciana. rs

  3. Pingback: Batman: um problema social ou mental? | Quadrinheiros

  4. Pingback: O paradigma do morcego: Porque Batman é o melhor personagem de todos os tempos (por Tarcisio Gomes) | Quadrinheiros

  5. Mathaus Hanke disse:

    O Homem-Morcego é o melhor, mesmo eu não gostando da maioria dos heróis da DC e sendo um fã assumido dos Heróis Marvel, digo com toda convicção que o Batman é o meu herói favorito por toda sua obstinação, carisma, lado sombrio e inteligência. Ele sempre está um paço a frente de todos, se pusermos qualquer SUPER-Herói diante do Morcegão ele será derrotado, seja Superman, Flash, Hulk, etc… O Cavaleiro das Trevas é o melhor!!!

    • a historia por traz do holofote: o batman deu ao gordon uma lanterna pra quando ele se encontrasse com os policias corruptos em uma emboscada… quando gordon viu que nao era so policias mas toda cidade, ele disse que precisaria de uma lanterna maior, ai criou o bat sinal…as historias com o batman sao épicas. nos jogos ou filmes…. no filme do flash o final com o batman é emocionante…

  6. Biel Barata disse:

    o batman é um dos poucos personagens dos quadrinhos que conseguem ter admiradores por leitores da marvel, dc, etc….

  7. Romulo disse:

    Batman é incrível. Sua determinação, seu nível de luta, sua inteligência, seu lado sombrio e tudo isso em uma forma menos exagerada que a maioria dos outros super heróis. É realmente um dos melhore heróis já criados. Ele, Hulk, Wolverine são meu top 3. Apesar de ainda achar q Batman é um passo a frente dos outros 2.

  8. Batman disse:

    Concerteza! To de total acordo com esse post, batman é o maior herói já previsto, e por traz de toda sua sombra que tan to nos maravilha, esta um homem como nós. Batman sim é possível.

  9. Acho que o que faz o Batman estar lá no topo da lista é a sensação de que vc poderia ser como ele… afinal ele é humano (tá tudo bem… ele é bom em tudo e milionário rsrsrs). É tão mítico que vc sempre consegue acreditar qdo te dizem que ele lutou com Darkseid, ou sei lá com quem mesmo sendo um humano, pois ele é o Batman e vc sabe que ele consegue fazer o que ninguém consegue, pois ele nunca desiste. Eu não lembro ao certo qdo conheci o personagem, acho que foi no seriado com Adam West ou no desenho dos Super Amigos, mas sei que passei a amar e respeitar ele qdo comecei a assistir a série animada de Bruce Timm.

  10. gladsonpendragon disse:

    Batman é o herói verossímil. Ele é a Marvel na DC. Por isso que, apesar de gostar infinitamente mais do Universo Marvel, meu herói preferido é o Batman.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s