Os desafios do balde de gelo mais legais para os nerds: entre ética e heróis!

Nas últimas semanas vimos uma enxurrada de baldes de gelo! Assim, resolvi fazer um top 10 desafios dos mais interessantes para nós, nerds… Porém vi que era impossível.

O desafio do balde de gelo, menos que pra dar calafrio em celebridade, foi criado em nome de uma causa médica. Realmente viralizou absurdamente e resolvi só compilar os mais legais dentre os que vi. Mas antes uma pequena digressão sobre ética, fazer o bem e heróis. É rápido.

Recentemente o professor de Ética e Filosofia da USP – e defensor da pena de morte, embora ele mesmo tenha tentado dizer que não escreveu o que escreveu – Renato Janine Ribeiro publicou  um texto sobre o desafio do balde de gelo. Questionava-se o professor:

“É justo, é correto, é bom fazer o bem por razões que não são as do bem? É certo agir corretamente, mas por razões tortas?”

HenryCavillSupermanAmyAdamsIceBucketChallenge

Em outras palavras, questionava-se se era ética ou não o ato da doação às entidades relacionadas à esclerose lateral amiotrófica acompanhada da autopromoção que o desafio gera. Em seu texto, isso se desdobra em uma questão sobre o herói, um tema muito caro aos fãs de quadrinhos e para nós aqui dos Quadrinheiros. Conclui aquele-que-não-escreveu-o-que-escreveu:

“Fazer o bem por razões que não são as do próprio bem é socialmente útil, mas não implica que as pessoas que assim agem, os indivíduos concernidos, sejam eticamente decentes.”

tumblr_namwpdRvdc1solxeko1_400

Ok, ninguém aqui vai discordar disso. Mas depois ele entra na vereda dos heróis:

“No seu livro A Casa da Rússia, John Le Carré diz, a certa altura: ‘Hoje, para alguém ser ético, às vezes precisa ser herói’. Não é sempre que a exigência é tão elevada. Às vezes, basta ser decente. Mas a ética é o que impõe devolver o dinheiro achado que não é nosso, defender o injustiçado, acudir o acidentado e, por que não, votar de maneira consciente. Em todos esses casos pode haver um sacrifício, um prejuízo, e ele é da substância do heroísmo. No limite, precisaríamos aprender que há casos – felizmente raros, atualmente – em que a própria vida deve ser posta em risco em nome de um ideal maior.” 

“Deveríamos, penso eu, ler mais histórias de heróis. Mas eles próprios foram degradados. O que as crianças veem como ‘super-heróis’ na televisão são personagens cuja principal qualidade é a força bruta, que sobrevivem ilesos, incólumes, a qualquer prova física. Eles não têm elaboração para além da força corporal. Não têm vida cultural, nem espiritual. Nem são personagens que sacrificam a vida pelo bem comum. Sua vida nunca está realmente em risco. Ora, quando as narrativas de formação ignoram uma experiência humana fundamental, fica difícil formar psiques capazes de algum tipo de renúncia em nome de valores.” 

maxresdefault

Em essência o herói é exatamente isso: aquele que se sacrifica por algo maior, como já dissemos. Mas dizer que esses heróis não têm vida cultural nem espiritual é um equívoco e tanto. Não representa o Capitão América ou o Superman o ideal de toda uma sociedade? Heróis constantemente morrem e sacrificam-se na indústria dos quadrinhos (se voltam dos mortos depois é outra conversa), o ciclo heróico é construído, reconstrúido e repetido ao infinito pela indústrial cultural.

Infelizmente o professor fez algo muito comum em artigos de opinião: transformar a solução em problema. A questão sobre a esclerose lateral amiotrófica e doações para entidades relacionadas nunca esteve tão em alta graças ao desafio do balde de gelo. Doar dinheiro para uma causa nobre não te faz ético por si só. Correto e um tanto óbvio, mas as narrativas de heróis, penso, são o único produto da indústria cultural que ainda preserva algum valor digno de ser defendido nesse mundo onde, para ser bem conciso, o individualismo e onde o  ter é mais valorizado que o ser predominam. É tarefa dos intelectuais questionar, colocar em dúvida e criticar o mundo em que vivemos, mas quando isso se torna meramente um exercício de retórica creio que há um problema.

Mas enfim, vocês vieram aqui para ver os desafios do balde de gelo mais legais para os nerds. Peço desculpas pela introdução um pouco longa. Aqui estão eles:

Zack Snyder, diretor de Watchmen e Man of Steel:

Chris Pratt, o Star Lord de Guardiões da Galáxia:

Robert Downey Jr, o Homem de Ferro:

Gal Gadot, a atriz/modelo que interpretará a Mulher-Maravilha:

A Mulher-Maravilha, mais conhecida como Lynda Carter:

Carla Gugino (Espectral I) e Malin Akerman (Espectral II):

O Cascão:

thumbs_geloo1

Brian Michale Bendis, um dos melhores roteiristas da Marvel atualmente:

Stan Lee!

O mestre Neil Gaiman:

Homer Simpson:

O futuro Batman, Ben Affleck:

O Homem de Aço e Lois Lane:

JJ Abrams, ninguém menos que o responsável por Star Wars, Star Trek e Lost (ninguém é perfeito):

Luke Skywalker:

O Capitão Picard e o Professor Xavier:

Magneto e Gandalf:

O Capitão Kirk:

Stephen King:

Han Solo e Indiana Jones:

Esqueci de alguém? Comente!

Anúncios

Sobre Nerdbully

Mestre do Zen Nerdismo.
Esse post foi publicado em Nerdbully e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Os desafios do balde de gelo mais legais para os nerds: entre ética e heróis!

  1. Show de bola a introdução que, pode até ter sido longa, mas foi necessária. E gostaria de salientar que o sacrifício do herói nem sempre é o sacrifício de dar sua vida física, de morrer por uma causa maior. As vezes o sacrifício é ter que sacrificar a vida pessoal, como o faz Peter Parker vez após vez. Existem muitas maneiras de se sacrificar sem necessariamente ter que morrer. E vemos isso em praticamente todos os heróis dos quadrinhos.
    Parabéns pela boa ideia de se por em pauta essa questão sobre a ética, fazer o bem e heróis! Extremamente pertinente nessa sociedade tão individualista como você bem comentou. Um dos motivos pelo qual estou sempre aqui lendo e aprendendo!

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s