Nerd: deslocado ou descolado?

O Nerdbully postou recentemente um texto sobre as diferenças e semelhanças entre Nerd, Geek e Hipster. Pois bem, não vou discordar, apenas queria puxar a discussão para um outro lado, e que talvez aumente ainda mais a carga do que foi apresentado. Leia o que ele escreveu  aqui, vai dar muito mais sentido a esse post. Afinal, por um alinhamento cósmico inexplicável, concordamos em algo – mesmo que não totalmente.

Batman-and-Robin-60s-handshake

Como apontado no texto do Nerdbully, não há uma real popularização do Nerd em si, mas sim uma popularização da cultura que era tradicionalmente nicho desse grupo. Porém, diferentemente do que ele coloca, os indivíduos seguem sendo mal vistos.

Entendo que mais do que o gosto em si, o ser assim (NERD) é algo da construção do próprio indivíduo. Não se pode “virar” ou “desvirar”. Torcendo o que uma psicóloga me ensinou: Os estereótipos,seguindo uma linha jungiana de arquétipo, são incognoscíveis (traduzindo: estão além do consciente, de tal forma que não se pode controlar, além de ser algo que já está em qualquer indivíduo que viva em qualquer sociedade).

Toda sala tem seu Nerd. Por mais que hoje em dia ver os filmes do Nolan seja coisa do cara descolado, há uma diferença imensa entre andar com uma camiseta do Batman (Descolado) e ter lido a “Piada Mortal” e  “O Longo Dia das Bruxas” antes de ver o filme para compreender as referências e assim tecer comentários e fazer relações entre as obras (Nerd). Por isso gosto muito do termo japonês para designar esse arquétipo, a palavra Otaku, que trocando em miúdos pode ser lido como “extremamente viciado em algo” ou “especialista não profissional” (sem pensar com malícia). Um indivíduo pode ser, portanto, otaku em qualquer assunto.

batman-the-long-halloween-1-pg26

Mas bem, o que queria colocar é que não é o de fato ser Nerd que eu vejo como popularizado. Sou (feliz ou infelizmente) nerd. Filho de dois Nerds. E não, não foi divertida minha infância e muito menos sou tão socialmente aceito. Sou e sempre serei visto como um deslocado e não um descolado. E isso porque assumir esse estereótipo tem seu preço. Não há uma escolha.

revenge-of-the-nerds__span

Logo, foi a cultura pop que conquistou um público mais amplo, mudando o sentido do termo, mas o Nerd continua deslocado.

Reforçar os estereótipos é um ato tão retrógrado quanto definir as pessoas nesses termos. A realidade é muito mais complexa. Porém, creio, a figura do Nerd ainda permanece mais no campo dos deslocados que dos descolados.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sidekick e marcado , . Guardar link permanente.

3 respostas para Nerd: deslocado ou descolado?

  1. Max disse:

    Tem um posto no Gizmodo sobre isso, quationando se o dia do orgulho nerd é algo que deve ser comemorado.

  2. fabio Souza disse:

    Excelente texto. Também venho de um tempo que nem eramos nerds aibsa e sim cdf. Com o filme a vingança dos nerds e os nerds saem de férias foi que entendi melhor como as pessoas viam quem, supostamente, sabiam mais que eles. Mas não sabiamos mais ou menos apenas tínhamos interesse naquilo que pouca gente queria saber. E hj aquilo td que líamos meio que escondido e diziam ser coisa de criança agora está ai na cultura geral.

  3. Pingback: Star Wars virou modinha ou você que é chato? | Quadrinheiros

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s