Natal até nos mangás?!

Ho Ho Ho!メリークリスマス!!

No Japão a comemoração do Natal começou a se tornar comum e uma data importante no calendário japonês. Porém, diferentemente de como é no ocidente, em que se comemora em muitos lugares como sendo um dia religioso, para os japoneses é uma grande festa.

O principal momento celebrado com muita alegria não é dia 25 de dezembro, mas a noite de transição da véspera para o dia seguinte. Para os jovens casais, a noite de Natal é ir num restaurante romântico para festejar, mas nesse período é muito difícil de conseguir alguma reserva.

festa

As lojas, restaurantes e as ruas são enfeitadas com luzes e objetos natalinos como as bolinhas e estrelas que aparecem nas guirlandas e árvores de Natal no ocidente. Porém, não se segue um padrão do tipo de enfeites de apenas um lugar do mundo, pois alguns acabam sendo referências de objetos russos, franceses, ingleses e americanos, mas mantendo as imagens antigas e clássicas das culturas. As músicas são tipicamente instrumentais ou cantadas e tradicionalmente de natais americanos. Porém, as músicas também podem ser as clássicas, como Beethoven e Tchaikovsky.

Quando comemorado dentro de suas residências, com a família, as delícias apresentadas e saboreadas na ceia é uma mistura entre comidas tradicionais japonesas com algumas sobremesas ocidentais, especificamente o bolo de natal inglês, em que é composto com uma massa bem macia e fofa, recheado com creme com de chantili e fruitas e decorado com temas natalinos. Claro, isso não é regra em todas as residências.

No entanto, essa festividade começou a aparecer anualmente em muitos dos mangás, especialmente, os shôjo mangá. Na capa, para atrair os leitores, os personagens aparecem vestidos ou interagindo com elementos natalinos. Em algumas histórias em que a ambientação ocorre no mundo real, a decoração natalina faz parte do cenário e ajuda no desenrolar da narrativa que, geralmente, aborda a bondade, perdão e compaixão pelo próximo, virtudes presentes neste período. Quando a narrativa diz respeito a um outro mundo, universo, dimensão, às vezes, também encontramos dentro das narrativas essas virtudes. Os próprios vilões também acabam se influenciando pela compaixão natalina e se tornam amigáveis naquele momento.

Porém, além dos quadrinhos, é muito comum encontrar ilustrações em calendários, bloquinhos, pastas e outros objetos com a temática natalina. Isso parece favorecer não só a ideia de Natal, mas a chegada do fim de ano.

Não sabe-se ao certo quando os mangás começaram a abordar o Natal em suas histórias, mas, se não fosse pela abertura dos portos para o ocidente no período Meiji (1868 – 1912), o Japão não teria absorvido alguns elementos culturais e artísticos e, provavelmente, o Natal.

Embora se comemore o Natal no mangá, a figura do Papai Noel não é representativo, assim como, já mencionado, a religião, mas se deseja Merry Christmas (Feliz Natal) acompanhado com os desejos, presentes e espírito natalino.

Japanese Christmas-001

Sobre Mochi

Atingiu o estado de Olhos Grandes nas ilhas do Oriente Silencioso.
Esse post foi publicado em Mochi e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s