Os Beatles nos quadrinhos

beatles capa

Nada melhor que um encontro dos Beatles com a Nona Arte.

É provável que nenhuma banda gere tanto conteúdo fora dos seus discos e shows quanto os Beatles. Filmes, documentários, livros e quadrinhos existem aos montes para falar sobre a biografia da banda, bastidores, curiosidades e até ficções são criadas pautando-se na história dos Garotos de Liverpool.

E como falar dos Beatles nunca é demais, citaremos alguns dos melhores quadrinhos baseados na banda e que estão disponíveis no Brasil.

Lennon – Foenkinos, Corbeyran e Horne

Lennon é o relato mais profundo e em certo nível assustador de todas as histórias que aparecerão nessa lista. Neste quadrinho somos apresentados a sessões de terapia de John Lennon. O famoso Beatle abre a alma sobre sua busca pela felicidade, inseguranças e como sua relação com seus pais na infância o impactam até o presente da consulta.

Este é um quadrinho excelente para quem gosta e quem não gosta dos Beatles, pois o retrato perdido de um homem que conquistou tudo é no mínimo bastante curioso.

Paul Está Morto – Quando Os Beatles Perderam McCartney – Paolo Baron, Ernesto Carbonetti

Em Paul Está Morto os autores brincam com a famosa teoria de que Paul Mccartney morreu e foi substituído por um sósia no ano de 1966. O quadrinho na verdade é uma grande brincadeira e homenagem ao período mais colorido e psicodélico da banda, a HQ transita principalmente nas temáticas dos discos Revolver, Sgt Peppers e Magical Mistery Tour.

O quadrinho com sua explosão de cores não economiza nas referências a músicas e temáticas envolvidas nas letras dos personagens, o final ainda traz uma grata referência a outra grande banda do período que esperamos um dia ainda ter um quadrinho tão divertido quanto Paul Está Morto.

O Quinto Beatle – Vivek J. Tiwary, Andrew C. Robinson e Kyle Baker

O Quinto Beatle conta a história de uma das figuras mais importantes na concepção da banda, Brian Epstein, empresário que colocou os Beatles nos holofotes do mundo inteiro e os gerenciou em uma das carreiras mais meteóricas da cultura pop.

O quadrinho não se resume aos feitos de Brian Epstein, mas realiza o retrato humano da pessoa, que possuía diversos conflitos, ambições etc. Outro fator que causou grandes questões em sua vida foi a repressão da sociedade inglesa que o impedia de viver sua vida plenamente, pois ele era homossexual em uma Inglaterra bastante conservadora.

Yellow Submarine – Bill Morrison

A adaptação em comemoração aos 50 anos da animação de Yellow Submerine é um dos quadrinhos mais bonitos disponíveis atualmente no Brasil. Tanto a adaptação quanto o tratamento gráfico da obra é digno de estar entre os itens indispensáveis para todo fã dos Beatles.

A adaptação segue à risca a história original, adaptando apenas certas questões envolvendo a linguagem dos quadrinhos, tomando assim certas liberdades na maneira de contar a história – fato que enriquece tanto o filme quanto o quadrinho de Bill Morrison. Esse é um daqueles casos que é difícil encontrar um problema na obra, que é um deleite da primeira à última página pela explosão de cores, humor e diversão que Yellow Submarine construiu em 1968 e foi perfeitamente transposto para o quadrinho em 2018.

Referências

Outro aspecto bastante presente são as referências aos Beatles nos quadrinhos tanto da Marvel quanto da DC. Eles já tiveram várias músicas referenciadas – por exemplo no Monstro do Pântano do Alan Moore, Os Invisíveis de Grant Morrison entre outros.

Uma das referências mais divertidas foi a aparição dos meninos no casamento de Sue Storm e Reed Richards em Marvels de Kurt Busiek e Alex Ross.

Encontre os Beatles

Já outro lugar icônico que as referências aos Beatles não são poupadas é na Turma da Mônica que sempre que pode faz referencia às músicas, integrantes e capas dos Beatles nos gibis com o bom humor que já conhecemos

É difícil não se empolgar com as referências envolvendo os Beatles nos quadrinhos, mas são tantas que infelizmente é impossível lembrar de todas. Mas e você lembra de alguma que não citamos? Comente para que possamos reunir o máximo de referências beatlemaniacas nos quadrinhos que tanto se inspiram neles.

Sobre John Holland

Procurando significados em páginas de gibi enquanto viaja pelos trilhos do conhecimento e do metrô. Sempre disposto a discutir ideias e propagar os quadrinhos como forma de estudo, adora principalmente a Vertigo, está sempre disposto a conhecer novos quadrinhos e aprender o máximo de coisas possível!
Esse post foi publicado em John Holland e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Os Beatles nos quadrinhos

  1. Rafael Torres disse:

    Faltou o quadrinho sobre o Stuart e a Astrid… Baby’s In Black

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s